O Programa Bolsa de Iniciação Acadêmica objetiva propiciar aos estudantes de Cursos de Graduação Presenciais da Universidade Federal do Ceará (UFC) – em situação de vulnerabilidade socioeconômica comprovada – especialmente os de semestres iniciais na Instituição, condições financeiras para sua permanência e desempenho acadêmico satisfatório, mediante atuação em locais vinculados às unidades acadêmicas e administrativas da UFC, que favoreçam o seu desenvolvimento e adaptação inicial junto à Universidade.

A concepção desta modalidade de Bolsa está centrada na inserção do estudante-bolsista no mundo acadêmico e profissional qualquer que seja o curso no qual esteja matriculado. Portanto, todos os professores e servidores técnico-administrativos que estiverem responsáveis pelos estudantes bolsistas, necessariamente, precisam planejar suas atividades dentro desta configuração

O bolsista de iniciação acadêmica pode envolver-se em atividades de ensino, pesquisa, extensão e administrativas desde que contribuam para sua formação acadêmica, profissional e pessoal. As atividades devem ser compatíveis com o potencial de desempenho dos bolsistas, tendo em vista que são jovens iniciando um curso de graduação e, possivelmente, matriculados em cursos distintos das atividades acadêmicas e administrativas próprias do local de atuação.

O desafio e a responsabilidade para os professores e técnico-administrativos, que irão solicitar bolsista de iniciação acadêmica, aumentam, pois passam a atuar como uma espécie de tutor para o estudante. É importante acompanhar seu desempenho acadêmico; contribuir para a ampliação dos seus horizontes; incentivá-lo a buscar novas oportunidades como, por exemplo, preparar-se para seleções de bolsas de monitoria, PET, extensão, iniciação científica, arte, entre outras; vibrar com suas novas conquistas e fazer a sua parte como educador.

É importante ressaltar que os bolsistas selecionados para o Programa Bolsa de Iniciação Acadêmica continuarão sendo classificados por critérios sócio-econômicos. Esta é a razão pela qual ocorre uma concentração de bolsistas oriundos de determinados cursos, enquanto há cursos cujos estudantes sequer solicitam bolsa. Sempre que for possível, a locação do estudante se dará em local vinculado ao curso ao qual pertence, de modo a favorecer também a sua formação profissional.

Desde o final do ano de 2011, a solicitação de bolsistas por parte de professores e técnico-administrativos passou a dar-se por meio de edital. As chefias e líderes dos programas e projetos que queiram fazer essa solicitação devem sempre atentar para o edital em vigor, preencher o formulário específico, disponível na página da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), e encaminhá-lo até as datas previstas. Os estudantes com interesse participar do processo seletivo também observar a publicação do edital.

LOCAIS DE ATUAÇÃO DOS BOLSISTAS DE INICIAÇÃO ACADÊMCIA

Os bolsistas de Iniciação Acadêmica da Universidade Federal do Ceará (UFC) podem atuar em:

  • Programas e projetos de ensino, pesquisa e extensão devidamente cadastrados nas respectivas pró-reitorias;
  • Diretorias de unidades acadêmicas, coordenações de cursos, chefias de departamento, laboratórios, núcleos e outros.